Tudo sobre o Velija

Rate this post

A depressão vem sendo chamada de mal do século, já que tem afetado milhões de pessoas ao redor do globo. Homens e mulheres de todas as idades sofrem com uma angústia tão grande que os impede de sair de casa e vivenciar todo o seu potencial.



Para combater o problema, milhões buscam ajuda médica e saem dos consultórios com receitas de medicamentos que prometem trazer o alívio que sua alma e seu corpo precisam.


Dentre os medicamentos receitados pelos médicos está o Velija. Você já tinha escutado falar nele? Sabe para o que ele realmente serve? Conhece seus efeitos colaterais?


Não? Então esse texto é para você. Aqui contaremos tudo o Velija e como ele pode ser usado para melhorar sua saúde.


Velija é um medicamento indicado para o tratamento dos quadros de transtorno depressivo maior (TDM), ou seja, a depressão. O medicamento é indicado também para os pacientes que sofrem de outras doenças.



Dentre as enfermidades que podem ser tratadas com o Velija estão a dor neuropática periférica diabética, distúrbio nervoso provocado pela diabetes e que afeta as extremidades do corpo (pés, pernas, mãos e braços).


Também pode utilizar o medicamento pessoas que estejam em estados de dor crônica associados à dor lombar crônica e pessoas em estados de dor crônica relativos à dor decorrente à osteoartrite do joelho em pessoas com mais de 40.


Os pacientes que apresentarem transtorno de ansiedade generalizada e fibromialgia também podem utilizar o Velija para amenizar seus sintomas.


No entanto, para as pessoas que sofrem do transtorno de ansiedade generalizada, é necessário que a pessoa apresente os seguintes sintomas: inquietação/sensação de estar com os nervos à flor da pele, cansar-se facilmente, dificuldade de concentrar/sensação de brancos na mente, irritabilidade, tensão muscular e perturbação do sono.


Como o Velija deve ser tomado?


Por se tratar de um medicamento muito forte, e vendido apenas com prescrição médica e retenção de receita, para que você possa tomar o remédio é preciso respeitar a prescrição indicada pelo médico.


No entanto, em casos de depressão, o indicado é de que a pessoa que usa o Velija deve tomar um comprimido, de 60mg, por dia.


Porém, em alguns casos, pode ser necessário ingerir a metade dessa dosagem, ou seja, 30mg por dia. Por isso, é importante acompanhar a recomendação feita por seu psiquiatra, e não exagerar ou diminuir a dosagem por conta própria.


Qual o princípio ativo do Velija?


Por ser desenvolvido principalmente para o tratamento da depressão, o Velija contém em sua composição o cloridrato de duloxetina, componente capaz de inibir a perda de noradrenalina e de serotonina.


Essas duas substâncias contribuem para aquela sensação de bem-estar, combatendo a depressão.


Quando metabolizado, o Velija aumenta a disposição, diminui a sensação de angústia e aumenta a qualidade de vida das pessoas que sofrem com problemas psicológicos.


Isso acontece porque o medicamento age diretamente no sistema nervoso central. Além de combater a depressão, o remédio ajuda também a aliviar dores musculares.


O Velija engorda ou emagrece?


Assim como muitos remédios utilizados para o tratamento da depressão, o Veija tem efeitos colaterais. Dentre esses efeitos, os mais controversos são os influenciam o peso corporal.


Ou seja, para algumas pessoas, o Velija ajuda a emagrecer, enquanto para outras o produto pode fazer engordar. Mas, afinal de contas, ele engorda ou emagrece? Depende, e vamos explicar por que.


Depressão


Dentre os pacientes que usam o Velija para o tratamento da depressão, o produto provoca, com mais frequência, perda do apetite e diminuição do peso, embora uma pequena parcela note algum aumento de peso.


Dor neuropática periférica diabética


Os pacientes que utilizam o produto para o tratamento desta enfermidade costumam relatar, em sua maioria, a diminuição de apetite. Já para uma pequena parcela pode aparecer o ganho de peso.


Fibromialgia


Quem sofre de fibromialgia pode relatar tanto diminuição do apetite como perda ou aumento de peso. Aqui, o fato irá variar de acordo com o metabolismo deste paciente.


Dor crônica


Para quem sofre de dor crônica, a reação mais comum relatada é a diminuição do apetite, acompanhada de perda de peso. No entanto, para alguns poucos pacientes pode acontecer o ganho de peso.


Ansiedade crônica


Já para quem sofre com ansiedade crônica e generalizada, o efeito mais comum é a perda de peso, juntamente com a queda do apetite. Para outros, no entanto, a pessoa pode ganhar alguns quilos.


Quais os efeitos colaterais do Velija?


A perda ou ganho de peso é apenas um dos efeitos colaterais que podem aparecer para aquelas pessoas que precisam utilizar o Velija. Existem outros sintomas que podem aparecer em utiliza o produto e que variam de acordo com a enfermidade que ele irá combater.


Por exemplo, para quem sofre de depressão e usa esse remédio, as reações mais comuns são boca seca, náusea e dor de cabeça.


Quem usa o Velija para combater a dor neuropática periférica diabética, podem aparecer náuseas, fadiga, tontura, dor de cabeça e sonolência.


Para quem lida com a fibromialgia, é comum se deparar com prisão de ventre, náusea, diarreia, cansaço, tontura, dor de cabeça, sonolência e insônia.


Na dor crônica, o sintoma mais relatado são náuseas. Já para os casos de ansiedade generalizada é comum os relatos de boca seca, náusea, cansaço, tontura, dor de cabeça e sonolência.


Há alguma contraindicação no uso do Velija?


Assim como todos os medicamentos, é preciso ficar atento às contraindicações, para que seu uso não cause prejuízos graves à saúde.



Por exemplo, quem sofre de alergia ao cloridrato de duloxetina, princípio ativo do Velija, não deve utilizar o produto, assim como menores de 18 anos ou pessoas que estejam utilizando inibidores da monoaminoxidase (IMAO).


Mulheres grávidas ou que estejam amamentando não devem utilizar o produto. Já quem tem relatos de abuso do álcool ou sofre com doenças hepáticas, hipertensão, doenças cardíacas ou quem utilizam anticoagulantes, é preciso atenção ao uso.


Por causa da sonolência que causa, é preciso tomar muito ao dirigir ou operar máquinas, para que não ocorram acidentes.